A FUNÇÃO DAS REPRESENTAÇÕES SOCIAIS PARA PRÁTICAS PEDAGÓGICAS

Aguinaldo Pereira, Adriane Mendes de Souza

Resumo


Este artigo apresenta o processo construtivo de representações sociais e procura demonstrar como as colaboradoras (professoras de português do ensino público do Distrito Federal), reunidas em grupo focal, fundamentam suas representações sobre o uso da norma-padrão da língua portuguesa e sobre a função docente que exercem. O objetivo é verificar a força dessas representações em suas práticas pedagógicas. O quadro teórico desse estudo pressupõe interdisciplinaridade entre a sociolinguística interacional, a análise do discurso e a psicologia social. Essas áreas de estudo apresentam uma concepção similar sobre a linguagem como processo de interação em uso efetivo, na perspectiva
de ação social.


Palavras-chave


representações sociais; norma-padrão; ensino de português.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.19123/eixo.v4i1.232

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários