AUTO-ORGANIZAÇÃO DOS/AS MONITORES/AS: CONCEPÇÕES E DESAFIOS PARA IMPLEMENTAÇÃO – O CASO DO CEFFA DE BOA ESPERANÇA/ES

Renata Telau, Hiata Anderson Nascimento

Resumo


Este estudo tem o objetivo de investigar as percepções que um grupo de monitores/as, lotados na Escola Família Agrícola de Boa Esperança/ES, têm sobre o sistema de Auto-Organização utilizado nas escolas da Pedagogia da Alternância. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, norteada pela análise bibliográfica e documental e pela realização de entrevistas abertas e semiestruturadas. A análise do material coletado revela que para o grupo de monitores/as investigado, a Auto-Organização configura-se como um momento de distribuição e gestão do poder e dos conflitos, bem como uma importante ferramenta para o fomento da autonomia e da cidadania entre as pessoas envolvidas.


Palavras-chave


Pedagogia da Alternância; Educação do campo; Auto-organização; monitor/a

Texto completo:

PDF

Referências


CARVALHO, Márcio Augusto Vicente. Auto-Organização e Nação em Michel Debrun, Tese (Doutorado) – Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Estadual de Campinas: Campinas, 2015;

CEPIS. Concepção de educação popular do CEPIS. São Paulo, 2012;

GIMONET, Jean-Claude. Praticar e compreender a Pedagogia da Alternância. Coleção AIDEFA, Editora Vozes: São Paulo/SP, 2007;

LÜCK, Heloísa. A gestão participativa na escola. 6.ed, Petrópolis: Vozes, 2010;

PAIXÃO JUNIOR, Valdir Gonzales. Bioética e Educação: O educador como facilitador da auto-organização pessoal e social: Reflexões a partir do pensamento de Edgar Morin. Revista Simbio-Logias, Vol. 06, n. 8, p. 4-10, 2013;

SAMPAIO, Wilson Alves. Auto-Organização e Hábitos: Uma Perspectiva Filosófica. 2005, 79f. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Filosofia e Ciências da UNESP: Marília, 2005;

TELAU, Roberto. Ensinar – Incentivar - Mediar: dilemas nas formas de sentir, pensar e agir dos educadores dos CEFFAS sobre os processos de ensino/aprendizagem. Dissertação (Mestrado) - Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais: Belo Horizonte, 2015;

Documentos consultados

ESCOLA FAMÍLIA AGRÍCOLA DE ENSINO MÉDIO E EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DE BOA ESPERANÇA – EFAEMEP. Estatuto da Associação de Estudantes do Centro Familiar de Formação em Alternância de Boa Esperança – AECEFFABE. Boa Esperança, 2013;

ESCOLA FAMÍLIA AGRÍCOLA DE ENSINO MÉDIO E EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DE BOA ESPERANÇA – EFAEMEP. Planejamento Anual. Boa Esperança, 2016;

ESCOLA FAMÍLIA AGRÍCOLA DE ENSINO MÉDIO E EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DE BOA ESPERANÇA – EFAEMEP. Relatório de Formação da Equipe de Monitores. Boa Esperança, 2016;

MOVIMENTO DE EDUCAÇÃO PROMOCIONAL DO ESPÍRITO SANTO – MEPES. Regimento Escolar da Escola Família Agrícola de Ensino Médio e Educação Profissional de Boa Esperança. Anchieta, 2016;

REGIONAL DAS ASSOCIAÇÕES DOS CENTROS FAMILIARES DE FORMAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO – RACEFFAES. II Encontro das Lideranças das Associações de Estudantes do CEFFA. Pinheiros, 2005.




DOI: http://dx.doi.org/10.19123/eixo.v6i1.355