A CONSTRUÇÃO DA PERSONAGEM AURÉLIA CAMARGO NO ROMANCE SENHORA, DE JOSÉ DE ALENCAR

Stephanie Sales Rodrigues Nonato

Resumo


Este artigo se propõe a estudar a personagem Aurélia Camargo ao longo da narrativa, bem como a trajetória da sua personalidade e características psicológicas e o modo com o qual o narrador a veste, ora como heroína romântica ora como uma mulher “à frente de seu tempo”, a fim de entender a construção do romance.

 


Texto completo:

PDF

Referências


ALENCAR, J. Senhora: perfil de mulher. São Paulo: FTD,1993.

BRAIT, B. A personagem. São Paulo: Ática,1985.

CANDIDO, A. personagem do romance. In: CANDIDO, A. A

personagem de ficção. São Paulo: Perspectiva, 1998. p. 51-80.

CANDIDO, A. Os três Alencares. In: ______. A formação da

literatura brasileira. São Paulo: Martins,1971. p. 221-235

DAL FARRA, M. L. O narrador ensimesmado: o foco narrativo em

Vergílio Ferreira. São Paulo: Ática, 1978.

FERNANDES, A. L. dos A. As mulheres em José de Alencar:

Aurélia e Lucíola. Cabo Verde, 2009. Disponível em:

www.portaldoconhecimento.gov.cv/bitstream/10961/1876/1/

MONOGRAFIA-%20FINAL.pdf> Acesso em: 31 jan. 2017.

LEITE, L. C. M. O foco narrativo. São Paulo: Ática, 1993.

LINS, O. Lima Barreto e o espaço romanesco. São Paulo: Ática, 1976.

SCHWARZ, R. Ao vencedor as batatas: Forma literária e processo

social nos inícios do romance brasileiro. São Paulo: Livraria Duas

Cidades,1988.

WATT, I. A ascensão do romance: estudos sobre Defoe, Richardson

e Fielding. São Paulo: Companhia das Letras, 2010.




DOI: http://dx.doi.org/10.19123/eixo.v6i1.429