AMÍLCAR CABRAL, FRANTZ FANON, JOSEPH KI-ZERBO, VIRIATO DA CRUZ, W. DU BOIS: MEMÓRIAS DAS LUTAS ANTICOLONIAIS PELAS INDEPENDÊNCIAS E UNIDADES AFRICANAS EM MÁRIO DE ANDRADE

Leandro Santos Bulhões de Jesus

Resumo


Para o continente africano, o ano de 1960 ficou conhecido como “o
ano da África”, pois dezoito países conquistaram suas independências. Historicamente, este fenômeno pode ser compreendido como uma sucessão de práticas de resistências às presenças dos povos europeus que, desde o século XV, empreenderam projetos de colonizações nestes territórios. Nos anos cinquenta do século XX, especialmente, as lutas anticoloniais são articuladas tanto no continente africano quanto em espaços estratégicos no estrangeiro. Neste texto, dialogo com as memórias do angolano Mário de Andrade que, em 1986, foi entrevistado pelo professor Michel Laban. Transitando por suas narrativas, acessamos um tempo de articulações conjuntas – entre outros intelectuais ativistas e combatentes – e formulações de projetos de sociedades baseados nos desejos de independências e unidades africanas.


Texto completo:

PDF

Referências


BITTENCOURT, Marcelo. Dos jornais às armas: trajectórias

da contestação angolana. Luanda: Veja, 1999.

BULHÕES, Leandro S. Imagens de Angola, Imagens da memória: cinemas, marcas e descobertas (tempos das lutas anticoloniais, tempos das independências). Tese de doutorado defendida no Programa de Pós-Graduação em História da Universidade de Brasília, em dezembro de 2013.

FANON, Franz. Os condenados da terra. Rio de janeiro: Civilização

Brasileira, 1968.

__________. Peles negras, máscaras brancas. Salvador: Edufba, 2008.

LABAN, Michel. Mário Pinto de Andrade. Uma entrevista dada a Michel Laban. Lisboa, Edições João Sá da Costa. 1997.

PACHECO, C. MPLA: um nascimento polêmico. Lisboa: Veja, 1997, s/p.

MBEMBE, A. Sair da Grande Noite: ensaio sobre a África descolonizada. Trad. Narrativa Traçada. Luanda/Angola: edições Mulemba da Faculdade de Ciências Sociais da Universidade

Agostinho Neto, 2014.

MUDIMBE, V. Y. A Invenção da África: gnose, filosofia e ordem do conhecimento. Trad. Ana Medeiros. Luanda: Edições Pedago e Edições Mulemba da Faculdade de Ciências Sociais da Universidade Agostinho Neto, 2013.

SERRANO, Carlos. Angola: nascimento de uma nação. Um estudo sobre a construção da identidade nacional. Angola: Kilombelombe, 2008.




DOI: http://dx.doi.org/10.19123/eixo.v6i2.512