A METODOLOGIA DO LÚDICO NA MELHORIA DA APRENDIZAGEM NA EDUCAÇÃO INCLUSIVA

Cláudia Luíza Marques

Resumo


Jogos e brincadeiras são vistos por algumas pessoas apenas como forma de entretenimento, embora muitas já percebam que, em determinados contextos, tornam-se estratégias para se construir o conhecimento. O lúdico como forma de metodologia no ensino e na aprendizagem pode ser um meio de desenvolvimento da criança em vários aspectos, e não só no cognitivo. Contudo ainda se observa a resistência de alguns profissionais da educação, no sentido de utilizá-lo em sua prática docente. O lúdico não só favorece a aprendizagem como possibilita que sejam desenvolvidas a criatividade e a autonomia. Nesse processo de se utilizarem os jogos e as brincadeiras em sala de aula ainda se favorece o reconhecimento das necessidades educacionais específicas que as crianças da educação infantil apresentam e de como elas lidam com o conhecimento, promovendo, assim, ações inclusivas. Na educação infantil, em turmas com alunos com necessidades educacionais específicas, o lúdico torna-se uma metodologia inovadora, pois permite que, por meio dos jogos e das brincadeiras, os alunos tenham igual oportunidade de aprendizado. No entanto, propostas inovadoras e diferenciadas a serem inseridas na prática docente requerem estudos e cuidados. Nesse sentido, o presente estudo pretende demonstrar de que forma o lúdico pode ser usado como metodologia na prática docente e contribuir para a promoção de ações inclusivas e para a melhoria dos métodos aplicados. Este trabalho buscará comprovar, por meio de pesquisa bibliográfica, que a metodologia do lúdico pode, sim, melhorar o aprendizado, com proposta de mudança de paradigmas, de maneira que a prática docente promova a inclusão.

 


Palavras-chave


Lúdico; Metodologia; Educação Inclusiva

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.19123/eixo.v1i2.56