ESTUDO DAS RAZÕES DA PERSISTÊNCIA DOS ESTUDANTES NO CAMPUS SÃO SEBASTIÃO

ANA LUISA KNOP H. MODESTO, CLAUDIO NEI N. DA SILVA

Resumo


Este trabalho científico tem como objetivo principal analisar as razões que levam os estudantes a realizarem e concluírem vários cursos no Campus São Sebastião, do Instituto Federal de Brasília. Para isso, contou com a participação de estudantes ingressantes do ano de 2016 que já haviam concluído, no mínimo, dois outros cursos no Campus. Com esse perfil, nove estudantes, todas mulheres, foram identificadas e submetidas ao procedimento de inquérito por entrevista semiestruturada, com base na metodologia qualitativa. Os dados foram analisados com base em entrevistas aprofundadas e histórias de vida, de forma a conhecer os motivos diretamente por elas mencionados como favoráveis à persistência nos cursos, mas também aqueles identificados nas entrelinhas dos discursos, chamados de razões adjacentes. Constatou-se que as principais razões que justificam a persistência dessas estudantes nos cursos está no que elas vivenciaram durante a trajetória escolar, na relação construída com o CSSB e com os professores, e a perspectiva de atuação profissional. Verificou-se, porém, que a proximidade da residência com o Campus, o apoio familiar, o fato de terem poucos filhos, os conhecimentos construídos, a aplicabilidade deles na rotina pessoal e profissional e as políticas institucionais, em especial aquelas voltadas para o seguimento de um itinerário formativo, verticalização do ensino e aproveitamento de estudos, também se mostraram como fatores importantes.


Texto completo:

PDF

Referências


BERGER, J.; RAMÍREZ, G.; LYON, S. College Student Retention: Formula for Student Success. In: Past to present: A historical look at retention. Lanham, MD: Rowman & Littlefield, 2012. p. 7–34.

______. A historical look at retention. In: SEIDMAN, A. (Ed.). College Student Retention: Formula for Student Success. Lanham, MD: Rowman & Littlefield, 2012. p. 7–34.

BICALHO, R.; RAMOS, W.; SOUSA, J. Evasão e persistência em cursos superiores a distância: o estado da arte da literatura internacional. Brasília: [s.d.].

CABRERA, A; CASTAÑEDA M.; HENGSTLER, D; NORA, A. Convergence between two theories of college persistence. Journal of Higher Education, v. 63, p. 143-164, 1992.

FIUZA; P. Adesão e Permanência Discente na Educação a Distância: Investigação de Motivos e Análise de Preditores Sociodemográficos, Motivacionais e de Personalidade para o Desempenho na Modalidade. [s.l.] Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2012.

GIL, A. C. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. 6. ed. São Paulo: [s.d.].

GUERREIRO, M. D. D.; ABRANTES, P. Transições incertas: os jovens perante o trabalho e a família. Lisboa: Editorial do Ministério da Educação, 2007.

HAGEDORN, L. How to define retention: A new look at an old problem. College Student Retention: Formula for Student Success. Los Angeles: [s.d.].

MILEM, J.; BERGER, J. A Modified Model of College Student Persistence: Exploring the Relationship Between Astin’s Theory of Involvement and Tinto’s Theory of Student Departure. Journal of College Student Development, v. 38, p. 387-400, 1997.

RAMOS, W. A Evasão em Cursos a Distância: Fatores Intervenientes. III Jornada em Educação a Distância em Letras Português, UFSC. Anais... Santa Catarina: [s.d.]

SWAIL, W. S. The Development of a Conceptual Framework to Increase Student Retention in Science, Engineering, and Mathematics Programs at Minority Institutions of Higher Education. [s.l.]. George Washington University, 1995.

TINTO, V. Establishing Conditions for Student Success: Lessons Learned in the United States. 11th Annual Conference of the European Access. Anais... Prato- Italy,: Monash University, 2002a. Disponível em:

______. Enhancing student persistence: Connecting the dots. Optimizing the Nation’s Investment: Persistence and Success in Postsecondary Education. Anais... Wisconsin: Wisconsin Center for the Advancement of Postsecondary Education, The University of Wisconsin, Madison, Wisconsin, 2002b. Disponível em:




DOI: http://dx.doi.org/10.19123/eixo.v8i3.639