IDENTIDADE DOCENTE DOS PROFESSORES DO INSTITUTO FEDERAL DE BRASÍLIA – IFB

EDER ALONSO CASTRO, WALTER GUARNIER L. JÚNIOR

Resumo


Este estudo, ainda não concluído, visa fazer um levantamento da situação dos docentes recém-ingressados no Instituto Federal de Brasília, a fim de constatar a identidade docente desses professores. Será uma pesquisa de campo fundamentada em teóricos que se preocupam com a formação e norteiam sobre o conceito de identidade docente. A pesquisa poderá ser um suporte para a proposição de ações de formação continuada, conforme as deficiências e necessidades levantadas com os sujeitos pesquisados.  O estudo se encontra na segunda fase, em que são definidas as categorias de análise para a elaboração do instrumento de pesquisa de campo. O estudo completo tem mais um ano de pesquisa pela frente, a fim de produzir suas conclusões. Portanto, neste texto, apresentaremos a revisão bibliográfica e as categorias de análise a serem utilizadas nas fases posteriores de nossa pesquisa.


Texto completo:

PDF

Referências


APPLE, M. W. R. Ensino e trabalho feminino: uma análise comparativa da história e ideologia. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, n. 64, p. 14-23, fev. 1988.

ARROYO, M. Mestre, professor, trabalhador. Belo Horizonte: FE/UFMG, 1985.

______. Reformar escolas, reformar professores e os terrores da performatividade. Revista Portuguesa de Educação, Braga, v. 15, n. 2, p. 3-23, 2002.

BRASIL, Palácio do Planalto. Lei 10.973 de dezembro de 2004. Disponível em: . Acesso em: 10 jun. 2018.

DUBAR, C. A. Socialização: Construção das identidades sociais e profissionais. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

ENGUITA, M. A. Ambiguidade da docência: entre o profissionalismo e a proletarização. Teoria & Educação, Porto Alegre, n. 4, p. 41-61, 1991.

GARCIA, M. Identidade docente. In: OLIVEIRA, D. A.; DUARTE, A. M. C.; VIEIRA, L. M. F. DICIONÁRIO: trabalho, profissão e condição docente. Belo Horizonte: UFMG/Faculdade de Educação, 2010.

NOVOA, A. Os Professores e a sua Formação. Lisboa: Dom Quixote, 1997.




DOI: http://dx.doi.org/10.19123/eixo.v8i3.641