Educação integral: os desafios para um ensino que contemple a formação humana

  • AURENILDA CORDEIRO SILVA Mestranda da FE/UNB; professora da SEE/DF

Resumo

Resumo Esse trabalho visa dialogar com os conceitos de educação em tempo integral e educação integral. Traz reflexão sobre a função da escola no atual contexto social, político e econômico do país, onde essa instituição que deveria oferecer uma educação que emancipa o ser humano acaba, muitas vezes, contribuindo para a reprodução do que está posto na estrutura social vigente. Discute a qualidade educativa pautada na capacidade do ensino focar no desenvolvimento dos aspectos cognitivo, social e motor como preconiza a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional – LDBEN (Lei nº 9.394/96). Ressalta que pensar em educação integral e educação em tempo integral deve ser uma ideia para além da preparação de mão de obra. Pois, elas precisam ser propulsoras para uma formação que objetive o desenvolvimento humano e sua emancipação enquanto indivíduo singular, portador de deveres e direitos, e, contribuir para o desenvolvimento tecnológico e cientifico do país, independente da condição social e econômica de cada um.  
Publicado
2019-05-24
Seção
DOSSIÊ 1