A Reestruturação Cognitiva como Intervenção na Redução das Interpretações Catastróficas no Transtorno de Ansiedade Generalizada

  • Alessandra Cristina Braçale Arrigoni CTC VEDA
  • Êdela Aparecida Nicholeti
  • Aline Gerbasi
  • Mariana Fortunata Donadon USP

Resumo

Experimentada de forma catastrófica, a ansiedade generalizada vem da preocupação antecipatória frente a eventos futuros e perigos eminentes de uma determinada situação, momento em que o evento desencadeador pode levar ao medo e a preocupações excessivas devido à avaliação antecipada do perigo. A reestruturação cognitiva é uma técnica da TCC que tem como objetivo ensinar os pacientes a reconhecer os pensamentos automáticos disfuncionais, contestar esses pensamentos e construir pontos de vista alternativos a fim de tornar o paciente mais consciente de seus processos de pensamentos. O presente estudo teve por objetivo descrever um estudo de caso de uma paciente com transtorno de ansiedade generalizada (TAG) atendida na abordagem psicoterápica cognitivo-comportamental, bem como testar a eficácia da técnica de reestruturação cognitiva nesse processo. Como metodologia, foi adotado o delineamento de estudo de caso com intervenções psicoterápicas voltadas à psicoterapia cognitivo-comportamental individual. Como instrumentos e técnicas, foi utilizada a reestruturação cognitiva (pensamento e crenças) e os inventários de Beck para depressão, ansiedade e desesperança. Os resultados constataram que, após 30 sessões, a paciente conseguiu aprender a avaliar e a contestar os seus pensamentos e crenças disfuncionais. Houve também uma melhora significativa dos sintomas de ansiedade. Conclui-se que a reestruturação cognitiva pode ajudar na diminuição da resposta emocional imaginada dos pacientes com TAG.
Publicado
2021-03-23
Seção
ARTIGOS