Submissões

Submissões Online

Já possui um login/senha de acesso à revista REVISTA EIXO?
Acesso

Não tem login/senha?
Acesse a página de cadastro

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso.

 

Diretrizes para Autores

ORIENTAÇÕES PARA SUBMISSÕES DE ARTIGOS NA REVISTA EIXO


SOBRE A ORIGINALIDADE

Os trabalhos enviados para a Revista Eixo devem ser originais, isto é, não publicados ou submetidos à publicação em outro periódico ou veículo de comunicação.

 

SOBRE OS TIPOS DE SUBMISSÃO

São aceitas submissões sob a forma de artigo, (que engloba os subgêneros “estudo de caso”, “revisão bibliográfica” e “artigo científico”), ensaio ou dossiê.

 

SOBRE A FORMA DE SUBMISSÃO

As submissões são realizadas online, através do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas (SEER), no endereço eletrônico http://revistaeixo.ifb.edu.br. O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso.

 

SOBRE A FORMATAÇÃO DE ENVIO

Os trabalhos submetidos entrarão em tramitação caso estejam enquadrados em uma das seções descritas e caso sigam as orientações apresentadas abaixo. Todos os trabalhos deverão ser enviadas no formato .doc/.docx em fonte Arial, corpo 12 e na cor preta, com espaçamento 1,5 entre linhas e margens de 2,5 cm. Todas as páginas deverão estar numeradas no fim da página, à direita.

ATENÇÃO: O arquivo submetido não deve conter os nomes dos autores e qualquer outra identificação que comprometa a avaliação imparcial.

 

SEÇÕES

1      ARTIGO:

1.1   Artigo científico: relata um trabalho elaborado a partir de resultados inéditos de pesquisa que ofereçam contribuições para o progresso do conhecimento humano, científico e tecnológico. O artigo científico deverá conter, obrigatoriamente, os seguintes tópicos:

a) Título (em português e inglês);

b) Resumo;

c) Palavras-chave (de três a cinco);

d) Abstract;

e) Keywords (de três a cinco);

f) Discussão e desenvolvimento;

g) Referências bibliográficas.

OBSERVAÇÃO: O título, o resumo e as palavras-chave devem ser traduzidos fielmente para o inglês. O artigo científico deverá ter no mínimo 15 e no máximo 20 páginas, incluindo tabelas e figuras se indispensáveis, e, neste caso, sem exceder o número de seis. Pesquisas envolvendo seres humanos e/ou animais deverão apresentar parecer de aprovação de Comitê de Ética Institucional.

 

1.2   Estudo de caso: análise intensiva de uma situação particular e real, de conteúdo inédito e relevante, visando aprofundar o conhecimento sobre determinado tema ou problema. Os resultados e descobertas são aplicados somente ao caso em estudo. Deverá conter, obrigatoriamente, os seguintes tópicos:

a) Título (em português e inglês);

b) Resumo;

c) Palavras-chave (de três a cinco);

d) Abstract;

e) Keywords (de três a cinco);

f) Discussão e desenvolvimento;

g) Referências bibliográficas.

OBSERVAÇÃO: O título, o resumo e as palavras-chave devem ser traduzidos fielmente para o inglês. O trabalho deverá ter no mínimo 15 e no máximo 20 páginas, incluindo tabelas e figuras se indispensáveis, e, neste caso, sem exceder o número de seis. Pesquisas envolvendo seres humanos e/ou animais deverão apresentar parecer de aprovação de Comitê de Ética Institucional.

 

1.3 Revisão bibliográfica: levantamento e análise crítica sistematizada, baseados em revisão atualizada da literatura, com o objetivo de apresentar o estado atual do conhecimento sobre determinado assunto.  Deverá conter, obrigatoriamente, os seguintes tópicos:

a) Título (em português e inglês);

b) Resumo;

c) Palavras-chave (de três a cinco);

d) Abstract;

e) Keywords (de três a cinco);

f) Discussão e desenvolvimento;

g) Referências bibliográficas.

OBSERVAÇÃO: O título, o resumo e as palavras-chave devem ser traduzidos fielmente para o inglês. O trabalho deverá ter no mínimo 15 e no máximo 20 páginas, incluindo tabelas e figuras se indispensáveis, e, neste caso, sem exceder o número de seis. Pesquisas envolvendo seres humanos e/ou animais deverão apresentar parecer de aprovação de Comitê de Ética Institucional.

 

2      ENSAIO: produção textual de posicionamento discursivo, reflexivo e crítico acerca de um objeto de estudo de relevância para o autor. O ensaio corresponde à articulação de um ponto de vista. Deverá conter, obrigatoriamente, os seguintes tópicos:

a) Título (em português e inglês);

b) Resumo;

c) Palavras-chave (de três a cinco);

d) Abstract;

e) Keywords (de três a cinco);

f) Discussão e desenvolvimento;

g) Referências bibliográficas.

OBSERVAÇÃO: O título, o resumo e as palavras-chave devem ser traduzidos fielmente para o inglês. O trabalho deverá ter no mínimo 15 e no máximo 20 páginas, incluindo tabelas e figuras se indispensáveis, e, neste caso, sem exceder o número de seis. Pesquisas envolvendo seres humanos e/ou animais deverão apresentar parecer de aprovação de Comitê de Ética Institucional.

 

3      DOSSIÊ: Entende-se por dossiê um conjunto de textos temáticos (com 4 a 8 textos), ensaísticos ou analíticos, resultantes de estudos e pesquisas originais. Cada trabalho que compõe o dossiê deve se enquadrar em uma das seções anteriores (artigo científico, estudo de caso, revisão bibliográfica ou ensaio), seguindo as normas específicas de cada uma delas.

O Dossiê temático deverá ser submetido por um único proponente organizador no sistema de submissão informatizado da Revista Eixo (http://revistaeixo.ifb.edu.br/index.php/RevistaEixo/index). O proponente organizador submeterá no mínimo quatro (04) e no máximo oito (08) trabalhos, cujo tema central tenha relação com as diversas áreas de interesse da Revista Eixo. O proponente organizador terá o seu dossiê aprovado para publicação quando, pelo menos 4 dos trabalhos submetidos forem aprovados pelos pareceristas Ad hoc, submetidos à metodologia double blind peer review, permitindo assim a publicação de todo o material constante do dossiê. A aprovação do Dossiê possibilitará ao proponente organizador ser considerado Editor Adjunto e terá o seu nome incluído no Expediente da revista no número no qual será publicado o Dossiê. No caso de não aceitação do Dossiê, em função do quantitativo mínimo, os artigos captados pelo proponente que forem aprovados terão sua publicação individualizada. Para a inscrição do Dossiê, o proponente deverá providenciar os seguintes documentos a serem inseridos no sistema de submissão da Revista Eixo: a) Arquivos de cada um dos trabalhos integrantes do Dossiê, conforme normas de submissão; b) Documento de autorização dos autores de cada um dos trabalhos, que deverá ser inserido como "Documento Suplementar".

  

ESTRUTURA DOS TRABALHOS

TÍTULO: limitado a 15 palavras, incluindo os artigos, as preposições e as conjunções. Deve ser centralizado, redigido em negrito e somente com a primeira letra do título grafada em letra maiúscula, exceto no caso de nomes próprios. Evitar abreviaturas, fórmulas, símbolos e siglas. Utilizar nomes científicos somente quando as espécies em questão não possuírem nomes populares. As palavras do título devem facilitar a recuperação do artigo por índices desenvolvidos por bases de dados.

RESUMO: a palavra “Resumo” deve ser alinhada na margem esquerda, grafada em negrito e em letras minúsculas, exceto a letra inicial. O texto, redigido em parágrafo único, deve conter entre 600 e 900 caracteres, incluindo os espaços. Deve ser elaborado com frases curtas e abordar, além de breve introdução, o objetivo, material e métodos, resultados e principal conclusão, ao final do texto, com o verbo no presente do indicativo. O resumo não deve conter citações bibliográficas nem abreviaturas.

PALAVRAS-CHAVE: a expressão palavras-chave, seguida de dois-pontos, deve ser grafada em negrito, em letras minúsculas, exceto a letra inicial. Deve conter no mínimo três e no máximo seis termos, considerando que um termo pode possuir duas ou mais palavras. Todos os termos devem ser iniciados com letra minúscula e separados por vírgula. Não devem repetir palavras que componham o título, de forma a ampliar a recuperação do artigo em bases de dados.

DISCUSSÃO e DESENVOLVIMENTO: sugere-se incluir introdução ao tema da pesquisa, com possível justificativa para a realização do trabalho (situando o problema científico a ser solucionado, sua relevância e as relações com outros trabalhos publicados sobre o assunto); materiais e métodos, quando houver, com descrição do local e período de realização da pesquisa, além da descrição detalhada do delineamento experimental empregado, de modo que outro pesquisador possa repetir o experimento; resultados com discussão, parte em que se discutirá, de forma clara, objetiva e contextualizada, os principais resultados encontrados no trabalho; e considerações finais. Estas devem ser elaboradas a partir dos objetivos do trabalho e devem estar apoiadas nos resultados obtidos,

AGRADECIMENTOS: quando pertinente, devem ser apresentados antes das referências. A palavra Agradecimentos deve ser alinhada na margem esquerda e grafada em negrito, com letras minúsculas, exceto a letra inicial. Os agradecimentos são breves e diretos e iniciados com “Ao, Aos, À ou Às”, seguidos do nome de colaboradores e/ou agências de fomento, de acordo com o caso, contendo o motivo do agradecimento.

 

CITAÇÕES

 

As citações devem estar adequadas à NBR 10520 da ABNT e são diferenciadas entre diretas – quando há transcrição de parte da obra do autor consultado – e indiretas – quando o texto se baseia na obra do autor consultado, sem transcrição. No texto, as citações diretas de até três linhas devem estar contidas entre aspas duplas. Para indicar citação no interior de citação, utilizam-se aspas simples. Caso a citação direta ultrapasse três linhas, elas devem estar com recuo de 4 centímetros em relação à margem esquerda, com letra menor que a do texto utilizado e sem as aspas. As supressões devem ser indicadas por reticências, entre colchetes ([...]). As ênfases ou destaques, por sua vez, devem estar em negrito ou itálico.

De A a D, são apresentadas as regras para a apresentação geral dos dados do autor, e das informações referentes à indicação de página e ano:

A. Para citações diretas, quando o(s) nome(s) do(s) autor(es) estiver(em) incluído(s) na sentença, utilizar (entre parênteses) ano e página:

 - um autor: Silva (2015, p. 21) [...];

 - dois autores: Silva e Cunha (2015, p. 21) [...];

- mais de três autores: Silva et al. (2015, p. 21) [...].

B. Para citações diretas, quando o(s) nome(s) do(s) autor(es) não estiver(em) incluído(s) na sentença, utilizar (entre parênteses) sobrenome do autor, ano e página:

- um autor: [...] (SILVA, 2015, p. 21);

 - dois autores: [...] (SANTOS; CUNHA, 2015, p. 21);

 - mais de três autores: [...] (SILVA et al., 2015, p. 21).

C. Para citações indiretas, quando o(s) nome(s) do(s) autor(es) estiver(em) incluído(s) na sentença, utilizar (entre parênteses)  somente o ano:

- um autor: Silva (2015) [...];

- dois autores: Silva e Cunha (2015) [...];

- mais de três autores: Silva et al. (2015) [...] .

D. Para citações indiretas, quando o(s) nome(s) do(s) autor(es) não estiver(em) incluído(s) na sentença, utilizar (entre parênteses) sobrenome do autor e ano:

- um autor: [...] (SILVA, 2015);

 - dois autores: [...] (SILVA; CUNHA, 2015);

 - mais de três autores: [...] (SILVA et al., 2015).

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

A palavra Referências deve estar alinhada à margem esquerda e grafada em negrito, com letras minúsculas, exceto a letra inicial. As referências devem ser normalizadas de acordo com a NBR 6023 da ABNT. Com número máximo de trinta, as referências devem, preferencialmente, ser retiradas de artigos científicos e ter sido publicadas nos últimos 15 anos. São apresentadas sem numeração e em ordem alfabética dos nomes dos autores, separados por ponto e vírgula e somente com o sobrenome escrito por extenso e em maiúsculas. Os títulos das obras ou dos periódicos devem ser grafados em negrito. Todas as referências devem registrar uma data de publicação, mesmo que aproximada. Além disso, somente as fontes efetivamente citadas no texto devem ser referenciadas no item “Referências”. 

ATENÇÃO: a exatidão das referências constantes na listagem e a correta citação no texto são de responsabilidade do(s) autor(es) do trabalho.

Exemplos de referências:

a. Artigo completo:

TIAN, G., KOLAWOLE, G. O. Comparison of various plant residues as phosphate rock amendment on Savanna soils of West Africa. Comunicata Scientia, Filadélfia, v. 27, n. 3, p. 571-583, 2004.

b. Livro:

AZEVEDO, M. A.; GUERRA, V. N. A. Mania de bater: a punição corporal doméstica de crianças e adolescentes no Brasil. São Paulo: Iglu, 2008. 386 p.

c. Capítulo de livro:

AZEVEDO, D. M. P. de; NÓBREGA, L. B. da; LIMA, E. F.; BATISTA, F. A. S.; BELTRÃO, N. E. de M. Manejo cultural. In: AZEVEDO, D. M. P.; LIMA, E. F. (Ed.). O agronegócio da mamona no Brasil. Brasília: Embrapa Informação Tecnológica, 2006. p. 121-160.

d. Artigos de anais de eventos:

AHRENS, S. Fauna silvestre e o manejo sustentável de ecossistemas florestais. In: SIMPÓSIO LATINO-AMERICANO SOBRE MANEJO FLORESTAL, 3., 2011, Santa Maria. Anais… Santa Maria: UFSM, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestal, 2004. p. 153-162.

e. Teses, Dissertações e Monografias:

HAMADA, E. Contribuição do alerta e da expectativa temporal para o desempenho de humanos em tarefas de tempo de reação. 2010. 152 f. Tese (Doutorado em Psicologia) – Universidade de São Paulo, São Paulo. 2010.

f. Fontes eletrônicas:

PAIVA, G. J. Dante Moreira Leite: um pioneiro da psicologia social no Brasil. Psicologia USP, São Paulo, v. 11, n. 2, jul./ago. 2000. Disponível em: <http://www.scielo.br/>. Acesso em: 12 mar. 2017.

 

ILUSTRAÇÕES E TABELAS

ILUSTRAÇÕES:

As ilustrações devem ser citadas no texto e inseridas o mais próximo possível do trecho a que se referem. A identificação das ilustrações deve aparecer na parte superior, precedida da palavra que a designa – desenho, esquema, fluxograma, fotografia, gráfico, mapa, organograma, planta, quadro, retrato, figura, imagem, entre outros – seguida de seu número de ordem de ocorrência no texto, em algarismos arábicos, travessão e do respectivo título (Ex.: Figura 1 – Título) A fonte consultada deve ser identificada na parte inferior, assim como as legendas, as notas e outras informações necessárias, se houver.

TABELAS:

As tabelas devem ser inseridas o mais próximo possível do trecho a que se referem e devem seguir as normas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). As linhas horizontais devem ser usadas para separar o título do cabeçalho e este do conteúdo. Também se usa uma linha horizontal no final da tabela. Não usar linhas verticais. Cada dado deve ocupar uma célula distinta. As tabelas devem ser autoexplicativas e conter título, cabeçalho e corpo (colunas e linhas). O título fica posicionado acima da tabela e recebe inicialmente a palavra Tabela, seguida pelo número de ordem em algarismo arábico e travessão, em negrito (Ex.: Tabela 1 – Título). Deve ser formatado justificado e com ponto no final. O título deve ser claro, conciso e completo. Nas colunas de dados, os valores numéricos devem ser alinhados pelo último algarismo. Nenhuma célula (cruzamento de linha com coluna) deve ficar vazia no corpo da tabela, ou seja, dados não apresentados devem ser representados por hífen, com uma nota explicativa no rodapé. Fonte e outras informações são apresentadas abaixo da tabela.

 

 

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.

  1. O texto é original, ainda não publicado ou submetido à publicação em outro periódico ou veículo de comunicação.
  2. O texto se enquadra em uma das seções a seguir: artigo (científico, estudo de caso, revisão bibliográfica), ensaio ou dossiê.
  3. O texto segue todas as orientações constantes em "NORMAS DE SUBMISSÃO".
 

Declaração de Direito Autoral

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos:

    1. Autores mantém os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho licenciado simultaneamente sob uma licença Creative Commons Attribution License até 5 anos após a publicação, permitindo o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria do trabalho e publicação inicial nesta revista.
    2. Autores têm autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não-exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista (ex.: publicar em repositório institucional ou como capítulo de livro), com reconhecimento de autoria e publicação inicial nesta revista.
    3. Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal) a qualquer ponto antes ou durante o processo editorial, já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado (Veja O Efeito do Acesso Livre).

 

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.