AS QUESTÕES GRAMATICAIS E O ENEM: ABORDAGEM E ELABORAÇÃO

Talita Gleycilane Mendes Silva

Resumo


O presente trabalho é resultado da monografia da autora, que expõe as principais características do Exame Nacional do Ensino Médio – Enem, e tem como objetivo primeiro apresentar e discutir a forma como as questões gramaticais vêm sendo abordadas nas diferentes edições do Exame, quantitativa e qualitativamente. Tem como referenciais teóricos o Plano Nacional de Educação – PNE, os Parâmetros Curriculares Nacionais – PCN e os vários documentos elaborados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – INEP, que normatizam todos os processos do Enem. Há, também, o embasamento a partir dos trabalhos de FINI et al. (1999) e de TRAVITZKI (2013). Com uma metodologia de pesquisa documental, analisa os dados gerais do Enem e as questões dos Exames realizados entre 2003 e 2012, o que possibilita a reflexão da real situação das questões gramaticais na prova do Enem quanto aos aspectos elaborativos, aplicativos, avaliativos e quantitativos de forma geral. Apesar das diversas alterações sofridas pelo Exame, percebe-se que tais mudanças foram pequenas no que tange às questões gramaticais.


Palavras-chave


Exame Nacional do Ensino Médio; Enem; questões gramaticais; abordagem; elaboração.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.19123/eixo.v4i1.170