PEDAGOGIA DO FRACASSO: DILEMAS DE UM PROCESSO TEATRAL NA ESCOLA

Fernando Freitas dos Santos

Resumo


O presente artigo visa analisar um processo teatral permeado pelo fracasso durante uma prática artístico-docente no subprojeto PIBID de Artes Cênicas da Universidade Federal da Grande Dourados, no ano de 2010. O referido subprojeto viabilizou aos acadêmicos participantes vivências metodológicas com a linguagem teatral no contexto
escolar. No decurso desse subprojeto, estratégias artístico-metodológicas como aulasconvite e apresentações teatrais foram realizadas para suscitar o interesse dos alunos em participar das aulas de teatro. No entanto, as estratégias foram marcadas por fracasso
e frustação. A partir de então, passei a investigar o fracasso como impulsor criativo e inventivo em processos artísticos e, no campo educacional, como configuração aberta à alteridade que se revela enquanto espaço de aprendizagem. Pretendo, neste estudo, relatar
os dilemas enfrentados durante minha prática no PIBID, a qual contribuiu para ampliar minha concepção de fracasso para além do campo do ressentimento e da desistência. 


Palavras-chave


Teatro, escola, fracasso

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.19123/eixo.v4i1.209